ULTRA  Fachada Ventilada

ULTRA
 Fachada Ventilada

Invólucro a Seco

Graças aos sistemas de fachada ventilada, Ultra continua a ser "Ultra", também devido a estes sistemas tecnológicos de invólucro

Logo Ultra

Invólucro a Seco

Graças aos sistemas de fachada ventilada, Ultra continua a ser ""Ultra"", também devido a estes sistemas tecnológicos de invólucro: de facto, pode-se revestir qualquer edifício, seja esse modular, e que faz da repetição dos módulos a própria peculiaridade (característica de sucesso para a utilização de formatos "cheios", tais como os 300x150- 120-100 cm), ou mesmo não modular que requer elementos múltiplos, mas diferenciados por dimensões e formas .

A aplicação das placas na fachada ventilada utiliza a técnica da montagem entre o elemento de revestimento e o elemento portante, mediante juntas estruturais realizadas na fábrica, seguindo um processo rigoroso e meticuloso.
O estudo do anteprojeto, a adequação dos standards do sistema ao edifício, juntamente com o controlo sistemático dos materiais e das superfícies de ancoragem da junta estrutural, permitem, de facto, que desfrutemos plenamente das propriedades de Ultra e da estrutura em alumínio, mas sobretudo eliminar do estaleiro das obras qualquer outra operação que não seja a simples ancoragem mecânica: Ultra, como sistema de revestimento, apresenta-se, no estaleiro das obras, preparada para ser ""simplesmente"" engatada e agarrada à alvenaria existente, com a garantia da montagem em atmosfera controlada realizada pelo estabelecimento de produção.

O sistema foi desenvolvido precisamente para conceder a máxima flexibilidade ao projetista utilizando duas subdivisões de sistemas, que têm em comum a montagem estrutura/placa através de junções estruturais, mas que se diferenciam no tipo de estrutura que consente de ancorar Ultra à parede do edifício:

- Ultra Frame, que utiliza um quadro perimetral autoportante, foi elaborado para ser diretamente pendurado em ganchos modulares ancorados à parede do edifício;
- Ultra Light que, pelo contrário, utiliza perfis de junção verticais moldados para serem fixados a um tradicional retículo de montantes e travessas pré-fixado na parede.

Parete Ventilata Ultra

UTILIZAÇÃO FACHADA VENTILADA

A fachada ventilada a seco pode ser utilizada, quer nas novas construções, quer em remodelações de edifícios existentes.
A sua composição estratigráfica permite a instalação de uma camada isolante dentro da caixa de ar ventilada, otimizando assim o desempenho energético do invólucro realizado, e reduzindo também as dispersões através das paredes, o que faz com que este sistema possa ser utlizado também nos casos em que é necessário efetuar o isolamento térmico do invólucro, e atingir determinados valores de transmitância dos componentes verticais do invólucro, ou par responder à necessidades energéticas para o funcionamento do edifício.

A escolha para definir qual dos dois sistemas é o mais apropriado para revestir determinado edifício, é efetuada em função de vários parâmetros:

- Grandeza do projeto - Modularidade do projeto da fachada- Dimensões da placa e repetição das placas
- Altura do edifício – Abertura de janelas – Presença de sacadas e terraços – Quantidade de elementos especiais
- Organização e logística do estaleiro das obras

Os dois sistemas, de qualquer forma, são capazes de satisfazer as necessidades de qualquer edifício, mantendo um alto valor de resistência a cargas de vento, de acordo com os valores alcançados pelos melhores revestimentos ventilados com placas de cerâmica tradicionais. De facto, nos sistemas Ultra Ventilada, as placas continuam a ter uma mera função de “elemento não portante”, deixando às estrutura de alumínio a tarefa de suportar as cargas, limitar as flexões dos elementos e transferir essas cargas à estrutura em alvenaria: o estudo apropriado da posição dos elementos de alumínio e das juntas estruturais, efetuado para cada projeto, permite dissipar cargas excessivas para a placa, garantindo assim a sua integridade e longevidade. A oportunidade de escolher entre dois sistemas sugere, por conseguinte, que se faça uma análise, em fase preliminar do projeto do edifício, cruzando os parâmetros supracitados , com o fim de alcançar o máximo desempenho do ponto de vista técnico e económico, identificando o sistema mais apropriado e/ou de mais fácil mediação. No projeto preliminar do revestimento dever-se-á claramente considerar que se ""o costurar uma pele agarrada ao edifício "" irá gerar retalhos de tecido (aliás de cerâmica), esses desperdícios irão tornar mais cara a execução. Por isso, identificar uma complementaridade entre as dimensões do módulo Ultra e as do edifício a revestir, permite otimizar a realização: num edifício de nova construção isso pode ser realizado coordenando a elaboração do projeto, enquanto que no caso de remodelação de um edifício existente, adequar-se às dimensões e às caraterísticas arquitetónicas da construção já existente, poderia tornar oneroso o uso de Ultra Frame, mas oferece a vantagem de uma maior flexibilidade. Ultra Light.

Ultra Frame e Ultra Light são obviamente compatíveis: o que possibilita, em função do projeto, utilizar eventualmente ambos os sistemas, fazendo um uso diferenciado dos mesmos em zonas homogéneas: obviamente, Frame para as zonas de módulo constante e Light para os submúltiplos e elementos especiais. O dimensionamento das juntas entre as placas, deve ser feito com cuidado, de modo a respeitar a dilatação térmica dos elementos, e a evitar que as mesmas submetam as placas a cargas não apropriadas. A dilatação térmica é um fenómeno natural, típico de todos os materiais, e está relacionado com o tamanho do elemento considerado: quanto mais comprido for o elemento, maior será o seu alongamento absoluto.

Ambos os sistemas, embora com valências económicas diversas, podem ser dotados de:
- Rede de segurança capaz de limitar a queda de fragmentos de placa partida por impacto anómalo;
- Retenção mecânica contínua, bilateral ou pontual;
- Estancamento dos pontos de junção entre as placas (sistema Frame) de modo a criar uma primeira barreira contra a água, que limite a quantidade da mesma no interior da caixa de ar ventilada da fachada.

Precisa de mais informações?
Contate-Nos!

Nuestra web utiliza cookies para garantizarte una experiencia de navegación mejor.
Si deseas más información sobre las cookies y sobre cómo configurar su activación en el navegador, lee nuestra Política sobre Cookies.